Portal da Cidade Irati

Irati
0 anos

História de Irati - PR

Irati é um município brasileiro do estado do Paraná. Localizada na região Sudeste do estado, sua população, conforme estimativas do IBGE de 2018, era de 60 357 habitantes, que é uma mescla de diferentes etnias, especialmente poloneses e ucranianos que buscam manter costumes e tradições de seus ascendentes. Passam pelo município a BR-277, que corta todo o estado de leste a oeste (do Porto de Paranaguá a Foz do Iguaçu) e a BR-153, que corta o país de norte a sul.

Está em Irati a maior imagem de Nossa Senhora das Graças do mundo, com 22 metros de altura.

História
O município teve sua origem na vila de "Covalzinho". Na década de 1890, quando os trilhos da Estrada de Ferro São Paulo/Rio Grande do Sul passaram pela vila, foi ali instalada uma estação ferroviária que recebeu o nome de "Iraty". Isso fez a vila crescer e se tornar importante. Posteriormente, o nome Covalzinho acabou sendo lentamente esquecido, ficando a vila conhecida apenas pelo nome da estação ferroviária. Em 15 de julho de 1907, já elevada a distrito, teve sua emancipação política decretada, desmembrando-se do município de Imbituva. O movimento foi liderado pelo Coronel Emílio Baptista Gomes, que acabou por se tornar o primeiro prefeito.

Geografia
O município localiza-se na região Sudeste do estado do Paraná, a 153 Km de Curitiba. Paralelo 25º 27' 56" de latitude Sul com intersecção com o meridiano 50º 37' 51" de longitude Oeste.

Situa-se na zona fisiográfica de Irati, uma das onze em que o Paraná se divide. Na sub-região dos Pinhais do Segundo Planalto Paranaense.

O município de Irati está localizado sobre a Bacia sedimentar do Paraná, tendo emprestado o seu nome a uma de sua formação geológicas, a Formação Irati, de idade Permiano Superior. A Formação Irati, composta por siltitos, argilitos e folhelhos sílticos de cor cinza clara a escura, folhelhos pirobetuminosos, localmente em alternância rítmica com calcários creme silicificados e restritos níveis conglomeráticos, foi depositada no que era na época, entre 250 e 270 milhões de anos, um golfo do antigo super-continente Gondwana aberto para sudoeste para o então Oceano Panthalassa.

Em 1908 o geólogo Israel Charles White, chefe da Comissão de Estudos das Minas de Carvão de Pedra do Brasil, encontrou restos fósseis de um pequeno réptil em rochas permianas no, por ele denominado, "Schisto preto de Iraty", próximo à estação ferroviária de Irati. Estes fósseis foram descritos e catalogados por Mac Gregor, que os denominou de Mesosaurus brasiliensis e, reconhecendo sua semelhança com um fóssil encontrado na África do Sul, propôs a equivalência geológica da Formação Irati com a Formação Whitehill, da Bacia do Karoo, naquele país. Esta descoberta tornou a Formação Irati e a Bacia do Paraná mundialmente famosas, por ser uma das fortes evidências da então nascente teoria da deriva continental.

A topografia do município é ondulada e acidentada. Possui solos acinzentados/vermelhos ao Norte e castanhos ao Sul. Os tipos predominantes de solo são os solos podzólico vermelho amarelo, terras brunas, cambissolo e litólico.

Possui a Serra da Esperança, onde se localiza o Cerro da Nhá Cota, com 1.024 m de altitude, e o Morro da Ordenança, com 950 m.

Distritos judiciários:
* Gonçalves Junior
* Guamirim
* Itapará

Hidrografia
O município de Irati está localizado na Bacia hidrográfica do Rio Paraná, sendo que a rede de drenagem que banha o município divide-se em duas vergências. Para sudoeste, fazendo parte da bacia do Rio Iguaçu existem os rios Preto, Riozinho, Mato Queimado, Imbituvinha, Taquari, Guamirim, Corrente, Campinas, Cachoeira e Caçador, que terminam por desaguar no Rio Potinga, afluente da margem direita do Iguaçu. Com vergência para o norte e fazendo parte da bacia do Rio Ivaí, existem os rios Valeiros, Linha B, Guabiroba, dos Patos, dos Cochos, dos Antonios, do Couro, Canhadão, das Antas, da Prata, do Cobre, da Areia, Caratuva, Bonito e Barreiro.

Entre os cursos d'água, destacam-se o rio dos Patos, Caratuva, das Antas, Preto e Riozinho.

Vegetação
O ecossistema que compõe a região é a Floresta Ombrófila Mista, ou seja, que necessita nas fases iniciais de crescimento, de umidade e sombra.

A composição vegetal do município divide-se nos estágios:
* Inicial (capoeira, vassourinha, etc.), 9.485 ha. (11%);
* Médio (capoeirão, florestas em formação), 12.432 ha. (14%);
* Avançado (florestas formadas), 3.630 ha. (4%);
* Reflorestamento, 4.746 ha. (5%);
* Agricultura, Pastagem e outros, 59.887 ha. (66%).

As principais espécies nativas são:
* Araucária;
* Imbuia;
* Erva-mate;
* Bracatinga;
* Cedro.

Recente estudo apresentado no Centenário de Irati por Daniel Saueressig, pesquisador da área de Dendrologia, apontou a presença de 174 espécies arbóreas autóctones em Irati.

As famílias Myrtaceae (30 espécies), Fabaceae (17), Lauraceae (15), Euphorbiaceae (10), Solanaceae (9), Asteraceae e Salicaceae (8), Aquifoliaceae e Sapindaceae (5) e Meliaceae (4), apresentaram uma maior riqueza florística e juntas representam 63,79% das espécies registradas.

Segundo o mesmo autor, as espécies Calyptranthes grandifolia, Neomitranthes gemballae e Tetrorchidium rubrivenium apresentam baixa frequência e podem ser consideradas espécies raras na área do município.

Clima
Segundo a classificação climática de Köppen, o clima de Irati é tipo Cfb (temperado). Apresenta verões amenos, invernos com ocorrências de geadas severas e frequentes, não apresentando estação seca.

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), desde 1966 a menor temperatura registrada em Irati foi de -7,2 °C em 18 de julho de 1975, e a maior atingiu 34,6 °C em 11 de março de 2005. O maior acumulado de precipitação em 24 horas foi de 175 milímetros (mm) em 8 de junho de 2014. Outros grandes acumulados foram 151,9 mm em 8 de maio de 1987, 138,6 mm em 21 de junho de 2013, 125,1 mm em 18 de dezembro de 1986, 118,7 mm em 1° de agosto de 2011, 117,6 mm em 17 de novembro de 1990, 111,2 mm em 24 de janeiro de 1989, 109,9 mm em 4 de janeiro de 2003, 108,4 mm em 20 de maio de 1983, 107,9 mm em 9 de julho de 1983, 107,1 mm em 25 de dezembro de 2017, 105 mm em 19 de fevereiro de 1972 e 100,9 mm em 23 de abril de 1998. Julho de 1983 foi o mês de maior precipitação, com 487,9 mm.

Datas comemorativas
* 15 de Julho - Aniversário do Município;
* 27 de Julho - São Cristóvão
* 8 de Setembro - Nossa Senhora da Luz (Padroeira)
* 29 de Setembro - São Miguel
* 27 de Novembro - Nossa Senhora das Graças

Educação
* Ensino superior e técnico
* Centro de Ensino Saber - Unicesumar, Polo Irati
* Unicentro - Universidade Estadual do Centro-Oeste - Campus de Irati;
* IFPR - Instituto Federal do Paraná - Campus Irati;
* Senai - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial;
* Senac - Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial;
* Unirati - Instituição de Ensino Superior Irati;
* CEFEP - Centro Estadual Florestal de Educação Profissional Presidente Costa e Silva;

Turismo
* Romaria e Via Sacra no Distrito de Itapará(quaresma)
* Teatro da Paixão de Cristo (quaresma);
* Festa Polonesa (1º domingo de maio);
* Feira do Kiwi (maio);
* Aniversário do Município (julho);
* Rodeio de Irati (julho);
* Festa de São Cristóvão (julho);
* Festa das Nações (agosto);
* Deutsches Fest - Baile do Chope e da Linguiça (outubro);
* Festa do Pêssego (dezembro);
* Borrego no Rolete (dezembro);
* Feira Regional de Sabores (dezembro);
* Salão de Negócios (dezembro).

Economia
A economia iratiense é composta por:
* Comércio e Serviços: 57,89%;
* Indústria: 26,18%;
* Agropecuária: 15,93%.
(fonte: Mineropar/2000)

Os principais produtos agrosilvopastoris são:
* milho (safra normal e safrinha);
* feijão das águas;
* soja;
* fumo;
* madeira em tora;
* criações de aves de corte, suínos e bovinos.

Segurança pública
O município é sede das seguintes instituições de segurança pública:
* Polícia Militar do Paraná
* 8ª Companhia Independente de Polícia Militar
* 3ª Seção do 3º Subgrupamento do 2º Grupamento de Bombeiros.

Transporte
O município de Irati é servido pelas seguintes rodovias:
* BR-153, a "Transbrasiliana", no seu trecho União da Vitória a Jacarezinho (ligando Santa Catarina a São Paulo)
* BR-277, que liga Curitiba a Foz do Iguaçu (e ao Paraguai)
* PR-364, que liga a cidade ao município de São Mateus do Sul e a Inácio Martins.

Referências
* Jorge Derbli é Prefeito Eleito de Irati pelo PSDB na coligação Caminho Seguro Eleições 2016 - 1° de janeiro de 2017
* «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008
* «Distâncias entre a cidade de Curitiba e todas as cidades do interior paranaense». EmSampa. Consultado em 22 de setembro de 2017
 IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de nº 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010
* «Estimativa populacional 2018 IBGE». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de agosto de 2018. Consultado em 15 de setembro de 2018
* «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008
* «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2010». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010[ligação inativa]
* Mac Gregor, J.H. 1908 – Mesosaurus brasiliensis nov. sp., Parte II. In: White, I.C. 1908. Relatório final da Comissão de Estudos das Minas de Carvão de Pedra do Brasil. DNPM, Rio de Janeiro, Parte II, p. 303-617. (ed. Fac-similar de 1988)
* «BDMEP - série histórica - dados diários - temperatura mínima (°C) - Irati». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 25 de outubro de 2015
* «BDMEP - série histórica - dados diários - temperatura máxima (°C) - Irati». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 25 de outubro de 2015
* «BDMEP - série histórica - dados diários - precipitação (mm) - Irati». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 25 de outubro de 2015
* «BDMEP - série histórica - dados mensais - precipitação total (mm) - Irati». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 25 de outubro de 2015
* «NORMAIS CLIMATOLÓGICAS DO BRASIL». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 19 de maio de 2018
* «Inaugura em Irati polo do Centro Universitário UniCesumar». Jornal Iratiin
* «Sistema Rodoviário Estadual 2017» (PDF). Departamento de Estradas de Rodagem. 1 de novembro de 2017. Consultado em 29 de agosto de 2018

FONTE COMPLETA:  WIKIPEDIA - IRATI